Como blindar seu filho na pandemia

Com o aumento cada vez maior de mortes e notícias ruins, muitos pais estão querendo saber como blindar seu filho na pandemia.

A situação da pandemia pode ser muito traumática para algumas pessoas mais sensíveis. Acompanhar as notícias na televisão e nos jornais, até mesmo para adultos, pode trazer um peso excessivo.

Por isso mesmo muitos pais estão optando por deixar os filhos de fora dessa situação. Essa blindagem vai muito além dos cuidados, mas evolui para praticamente negar a existência da doença.

Aprenda como blindar seu filho na pandemia

Existem várias formas de impedir que uma criança tenha acesso ao que há de pior na pandemia. Mas lembre-se também que a interação pode ocorrer e ela, invariavelmente, saberá alguma coisa.

Então, dentre as várias ações tomadas pelos pais estão:

  • Manter os filhos sempre em casa;

  • Evitar programas de notícia;

  • Não dar notícias sobre mortes próximas;

  • Evitar o assunto quando próximo às crianças.

É importante ressaltar que essa é uma alternativa que tende a funcionar muito mais com crianças de até seis anos. Os mais velhos, por serem mais independentes, dificilmente conseguirão ficar alheios.

Nesse caso, o ideal é investir em uma diminuição de danos. Então, o melhor é evitar a parte mais feia da pandemia, como abertura de covas e números sobre morte, e investir em um diálogo mais positivo.

Seu filho não é bobo

Se você quer saber como blindar seu filho na pandemia é preciso entender que ele ou ela também observa o mundo. Então, mesmo que não saiba nada, ele sentirá os seus sentimentos.

Isso é importante também porque pais que tentam blindar os filhos tendem a se sobrecarregar com as informações negativas. Não é incomum pessoas dizerem que choram no chuveiro para preservá-los.

Então, é preciso que essa blindagem seja efetiva e realmente dê resultados positivos. Caso ela comece a prejudicar os envolvidos, ela perde completamente o seu motivo de existir.

Proteja com informação

Ainda que a criança não tenha acesso às informações mais graves sobre a pandemia, você pode protege-la de várias maneiras:

  • Ensine a lavar as mãos;

  • Mostre como funciona o álcool em gel;

  • Fale sobre o uso da máscara e sobre o distanciamento de forma genérica.

A proteção pela ausência de conhecimento pode ser um perigo. Isso porque não há como ter certeza que você estará sempre à disposição e, nesse caso, a criança pode estar completamente desprotegida.

Conclusão

Como você viu, existem formas muito interessante de como blindar seu filho na pandemia. No entanto, fique atento para que isso não venha a se tornar também um problema.